Comida com Consciência

Nesta sessão você poderá conhecer um pouco mais sobre a relação entre espiritualidade e alimentação, bem como ter acesso a algumas saborosas receitas.

Com um entendimento do poder e qualidade dos pensamentos e vibrações, damos atenção à qualidade de nossa consciência quando preparamos e comemos o nosso alimento. Além disso, acreditamos que uma dieta vegetariana é benéfica especificamente no desenvolvimento da clareza, concentração e foco sutil que requer o desenvolvimento espiritual.

        


Pensamento e Alimentação

O yogue feliz acredita que a boa saúde é mais do que simplesmente bons ingredientes. Preparar e comer a comida em estado de paz e relaxamento acalma o corpo e permite que os órgãos digestivos funcionem de forma eficiente ao assimilarem e distribuírem os nutrientes para as células. Além de ajudar o sistema digestivo, os pensamentos puros preenchem o alimento com energia positiva.

Essa energia entra nas nossas células como uma melodia serena, inspirando-as a dançar harmoniosamente. Toda matéria responde à energia dos nossos pensamentos. Por que não preparar nossa comida, que é depositada no corpo três vezes por dia, entoando uma energia espiritual elevada?
As dicas que se seguem abaixo são algumas maneiras fáceis de começar o hábito da ‘Cozinha Consciente'.


Dicas para preparar a refeição em estado de paz
1. Tome um banho para limpar as energias que você pode ter adquirido durante o dia. A água refresca tanto o corpo quanto o espírito. Depois, coloque uma música suave na cozinha. Estabeleça a intenção de tornar o preparo do alimento um processo silencioso e meditativo. Continue presente e aprecie o silêncio enquanto corta, limpa e cozinha.

2. Medite por 5 a 10 minutos antes de preparar a comida. Na sua meditação, crie um pensamento simples. Por exemplo, "Eu, a alma, sou luz nova, pura e limpa." Enquanto medita com esse pensamento, aprecie. Visualize. Sinta. Experimente. Então, entre na sua cozinha com a intenção de manter essa experiência e pensamento enquanto prepara a sua comida.

3. Faça alguns minutos de silêncio antes de cozinhar. Convide Deus para entrar na cozinha com você e derramar a energia pura de amor espiritual sobre a sua comida. Enquanto cozinha, imagine Deus como uma cascata de luz divina, pura e amorosa sobre você. Em cada momento, veja aquela luz a se despejar sobre sua mente e seu coração e sobre o seu alimento. Mantenha essa visão enquanto prepara a sua refeição.

Dicas para comer em estado de paz
1. Enquanto você se alimenta, simplesmente coma e esteja inteiramente presente. Resista ao ímpeto de checar o seu celular ou navegar na internet. Estabeleça a intenção de comer calmamente. Mastigue cada porção por várias vezes. Ao contar as mastigadas, você não somente melhora a sua digestão, mas torna-se presente, sereno e centrado.
2. Antes de comer, reserve um momento para se conscientizar de que você é uma alma e o corpo é um instrumento que permite a você, a alma, viajar pelo mundo físico e experimentar as visões, sons e cenas da vida no planeta. Comer é uma forma de preencher o corpo com um combustível bom e saudável.
3. Em cada mordida, imagine que você está preenchendo aquele alimento com luz pura e curativa. Ao engolir, visualize aquela luz sendo derramada dentro de cada célula do corpo... curando o corpo e proporcionando equilíbrio e harmonia.
4. Estabeleça a intenção de repousar a mente em um simples pensamento enquanto come. Ao comer, simplesmente mantenha o pensamento, "Eu sou uma alma pacífica." Ao saborear sua comida, saboreie também esse pensamento. Permita-se realmente sentir e experimentar. Se a sua mente vaguear, simplesmente retorne àquele pensamento e veja se consegue mantê-lo durante a sua refeição.
[topo]

A Dieta Yogue

O que significa espiritualizar a sua dieta? É mais do que simplesmente seguir uma teoria, antiga ou moderna, do que devemos comer. Quando introduzimos força e o nosso eu verdadeiro na nossa vida, percebemos que viver é relacionar-se. Relacionando-se com a alma, o corpo ou com o mundo natural, a arte do yogue é inspirar todos os relacionamentos com integridade, cuidado e sabedoria. Embora a comida saborosa seja um deleite, comer é mais do que prazer. É o maior cuidado para o instrumento do corpo, o mundo natural e para o frágil equilíbrio de todos os seres vivos.Abaixo estão alguns pensamentos sobre a dieta yogue.


‘Ahimsa' ou não violência
O yogue entende que ações puras e virtuosas criam liberdade e paz interior. O amor é a mais elevada intenção por trás de qualquer ação. Quando ativamos nossa vibração espiritualmente, nossa consciência não nos deixa machucar nenhum ser vivo, seja a nível sutil ou a nível grosseiro.

Nós nos tornamos conscientes da origem do nosso alimento e se ele foi cultivado com cuidado e respeito. Uma vida de ‘ahimsa' ou não violência adoça a mente e acalma a alma. Pode ser um salto desafiador para os recém-chegados ao caminho espiritual, mas vale a pena ao menos tentar.

Através da prática, podemos ver, por nós mesmos, o efeito relaxante que uma dieta leve tem na mente.


Perto da natureza, perto de casa
Alimento cultivado naturalmente

As mais profundas verdades da vida são, normalmente, as mais simples. Quando retornamos à nossa natureza verdadeira, faz sentido retornar ao alimento verdadeiro. O universo, os elementos da natureza e nossos corpos são infinitamente inteligentes. Frutas, vegetais, grãos e nozes em sua forma natural nos alinham com essa inteligência e nutrem-nos com seus benefícios.


Alimentos regionais

Alimentos produzidos localmente são sazonais e, normalmente, são mais saborosos. Assim, alimentar-se desses alimentos é, sobretudo, um presente para o nosso ambiente e para a sociedade. Na medida do possível, ao comprar alimentos produzidos e cultivados perto de onde vivemos, ajudamos a manter a terra e as áreas verdes nas nossas regiões.

Também ajudamos a construir nossa economia local e apoiamos os pequenos negócios, em vez de grandes corporações. Saber de onde vêm os nossos alimentos nos conecta com as pessoas que os produzem e cultivam. E, onde há conexão, as chances de responsabilidade, cuidado e integridade aumentam.


Alimentação intuitiva

Há incontáveis teorias sobre a dieta ideal e mais saudável. Como sabemos qual delas seguir? A boa notícia é que tudo que precisamos é buscar dentro de nós mesmos. Quando aprofundamos o poder do silêncio, nossa intuição aumenta o seu volume.

Em cada refeição, podemos observar os efeitos de certos alimentos no nosso ânimo e energia. Quando prestamos atenção, ouvimos o que o nosso corpo realmente precisa. Torna-se, então, um ato de cuidado para responder e alimentar o corpo e a alma com aqueles alimentos que elevam o espírito, cantando dentro das células e restaurando a força da vida. Cada um de nós é único e o mapa para o nosso destino mais elevado de saúde, riqueza e felicidade está dentro de nós mesmos.

[topo]